26 de outubro de 2015

Participamos do seminário Futuro da Mobilidade, organizado pela Ford

Post 13 - Painelistas_Seminário de Mobilidade Ford

A Ford promoveu o seminário Futuro da Mobilidade na última quinta-feira (22.out.15), evento em que anunciou os aplicativos vencedores do Desafio São Paulo, com ideias para melhorar o trânsito na maior cidade do País. O seminário reuniu alguns especialistas em mobilidade urbana, com a presença de Lincoln Paiva, fundador da Green Mobility e do Instituto Mobilidade Verde, Marcos de Sousa, editor do portal Mobilize Brasil, e Marcio Nigro, fundador do site Caronetas, que também atuaram como jurados do prêmio; de Clarisse Linke, diretora executiva do Instituto de Políticas de Transporte e  Desenvolvimento, e Rafael Tartaroti, assessor da chefia de gabinete da SPTrans e do MobiLab.

Tartaroti destacou que a tecnologia já é usada no setor privado e também deve ser aplicada no setor público. “Nós criamos o MobiLab, um laboratório de tecnologia e inovação aplicadas à mobilidade urbana, que integra setor público, startups, bolsistas, estudantes, servidores públicos e especialistas da área de mobilidade”.

Os três primeiros colocados do concurso foram, pela ordem, o aplicativo Muvall, do estudante Gabriel Araújo, de São Paulo, que integra o sistema público de ônibus ou carona; o MOBQI, de Ernani Machado, de Minas Gerais, que reúne o rastreamento de ônibus, informações sobre táxis, entre outras funcionalidades; e o Vita, de Enrique Maelgarejo, Felipe Melz, Guilherme Bisotto e Lucas Carletti, do Rio Grande do Sul, que fornece, em tempo real, orientações para escolha do melhor roteiro por motoristas, pedestres, caroneiros, ciclistas e usuários de táxi e do sistema público.

Conheça os aplicativos vencedores:

1º lugar – Muvall:

Vencedor do Desafio São Paulo de Mobilidade da Ford tanto na escolha dos jurados como no voto popular, foi criado por Gabriel Araújo, estudante de São Paulo, para ajudar o usuário a encontrar a melhor opção para chegar ao seu destino usando o sistema público de ônibus ou carona. Ele identifica automaticamente, a partir de onde a pessoa está e para onde vai, qual o coletivo mais próximo ou carro integrado ao sistema de compartilhamento e mostra sua localização. No veículo, o motorista pode acessar o app pelo comando de voz do sistema de conectividade SYNC AppLink da Ford.

2º lugar – MOBQI:

O segundo colocado do desafio, criado por Ernani Machado, de Belo Horizonte, é um aplicativo que reúne várias funcionalidades, como rastreamento e itinerário de ônibus, localização e envio de alertas para a viatura policial mais próxima, informações sobre táxis, estabelecimentos comerciais e interação com outros usuários. É uma plataforma que funciona por meio da integração entre web e apps, permitindo conexão, gerenciamento e compartilhamento de dados de mobilidade urbana entre usuários, prestadores de serviços e órgãos públicos.

3º lugar – Vita:

O terceiro colocado no desafio da Ford foi criado por Enrique Maelgarejo, Felipe Melz, Guilherme Bisotto e Lucas Carletti, de Porto Alegre. O aplicativo usa uma plataforma de dados em tempo real para orientar os motoristas, pedestres, caroneiros, ciclistas, passageiros de táxi e de transporte público a escolher o melhor meio de transporte e planejar seu trajeto diário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *