4 de abril de 2016

Participantes do Programa de Talentos Lemann Fellowship conhecem o MobiLab

IMG_7238

O MobiLab foi visitado pelos participantes do Programa de Talentos Lemann Fellowship. Nossa iniciativa, que já foi premiada internacionalmente (saiba mais aqui, e aqui) despertou o interesse da comitiva que está no Brasil visitando importantes lideranças e iniciativas dos setores público e privado.

Esta é a 5a edição do Road Show – uma atividade de desenvolvimento de carreira que a Fundação Lemann oferece aos Lemann Fellows,  formandos brasileiros em universidades norte-americanas, com o objetivo de facilitar a colocação profissional e o desenvolvimento de suas carreiras, oferecendo aos participantes a oportunidade de conhecer alguns dos principais líderes brasileiros, entendendo seus diferentes pontos de vista, e assim apoiar a consolidação do seu comprometimento com a transformação social do Brasil.

O grupo visitou o Mobilab em sua passagem por São Paulo (29 e 30 de março, além de Brasília em 31 de março e Rio de Janeiro em 1 de abril) e contou com a participação de 14 Lemann Fellows. Sua agenda incluía ministros, legisladores e prefeitos, como o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

IMG_7105

Foto: Sidnei Santos

Em um bate-papo descontraído, Ciro Biderman, Coordenador do MobiLab, apresentou as atividades que vem sendo realizadas e as perspectivas para este ano.

Biderman lembrou que “nós buscamos responder como o governo poderia entrar no ambiente de inovação e trabalhar como uma startup”. Ele contou que o Mobilab foi criado como consequência de várias iniciativas, como a do começo da atual gestão de abertura dos dados dos GPS dos ônibus, que vinha sendo feito por cidades como Nova York e Portland e em São Paulo ocorreu em setembro de 2013, respaldado pelas manifestações de junho que pediam, além da revogação do aumento tarifário, qualidade no serviço de transportes e transparência na gestão publica. Após a abertura destes dados, duas hackatonas foram realizadas e após a criação do MobiLab, outras ações inovadoras começaram a surgir e ganham destaque na política de mobilidade urbana, como o projeto da Zona Azul Digital, a regulamentação do uso intensivo do sistema viário pelo transporte individual privado e o taxi preto, todos com participação do MobiLab, em forte parceria da SMT com a São Paulo Negócios.

Biderman destacou a economia de recursos que este formato de desenvolvimento consegue capitalizar para a administração pública: “não dá mais para o setor público aumentar a arrecadação, precisamos entregar mais com menos ou muito mais com o mesmo”. Essa tônica permeia todas as ações do MobiLab.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *