26 de setembro de 2016

Startup residente lança aplicativo de ônibus que usa conhecimento dos passageiros para gerar informações em tempo real

14456639_1155302884515317_770098259_o

O aplicativo foi  lançado oficialmente no dia 22 de setembro, dia sem carro, na Virada da Mobilidade. Estimulando a colaboração das pessoas, o aplicativo Coletivo pretende informar mais do que o horário em que os ônibus chegam: imprevistos, atrasos, inundações, tudo que interfere nesse horário pode ser comunicado em tempo real pelos passageiros

A startup Scipopulis, uma das participantes do programa de residência do MobiLab, apresentou o aplicativo Coletivo que usa a colaboração como estratégia para fornecer informações em tempo real sobre os ônibus e a rede de transportes da cidade de São Paulo.

Buscando proporcionar uma melhor experiência no deslocamento cotidiano, o Coletivo integra, além das informações de transporte, outras fontes de dados, oferecendo informações sobre a cidade, eventos culturais e alertas.

Os dados utilizados pelo app vêm do Olho Vivo (sistema de aproximação e localização online dos ônibus da cidade de São Paulo), da CET e das contas oficiais de órgãos públicos e rádios no twitter para as informações sobre ônibus. As informações sobre eventos e cultura vêm de uma parceria com o Catraca Livre.

O aplicativo já tem mais de 10 mil instalações, registrando cerca de mil usuários diferentes por mês. O Coletivo busca criar uma comunidade de passageiros engajados em melhorar o transporte público e em fornecer informações que ajudem as pessoas a se locomover. A colaboração é a funcionalidade mais importante e os mecanismos para que ela aconteça são simples e facilmente acessíveis. Há um potencial para criar uma comunidade que gere dados em grande quantidade e alta qualidade.

Os usuários do aplicativo já compartilham informações como posição dos ônibus e tempo de espera, mas a intenção é adicionar e incentivar cada vez mais formas de colaboração, incluindo lotação ou nota para o motorista.

O app Coletivo pode ser baixado gratuitamente e está disponível para Android, sistema operacional usado nos smartphones de mais de 85% dos passageiros de transporte público na cidade de São Paulo. Mas há planos de expansão para outras plataformas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *