Evento atraiu startups que desejam se candidatar ao PIPE (Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas)

Evento aberto ao público que ocorreu no último dia 15 de dezembro atraiu startups que desejam receber investimento do PIPE-FAPESP.

Neste evento realizado por vídeoconferência, Fabio Kon, Coordenador Adjunto de Pesquisa para Inovação (FAPESP), fez um bate-papo com as startups interessadas em apresentar projetos ao Programa FAPESP Pequisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE). Foi uma oportunidade para que elas pudessem esclarecer dúvidas antes do encerramento do prazo do 1º Ciclo de Análise de Propostas do Programa para 2017, dia 30 de janeiro de 2017.

O PIPE apoia a execução de pesquisa científica e/ou tecnológica em pequenas empresas, com até 250 empregados, sediadas no Estado de São Paulo. Os projetos deverão ser desenvolvidos por pesquisadores com vínculo empregatício com a empresa ou a elas associados para sua realização.

IMG_8925

Foto: Sidnei Santos

Saiba mais sobre o PIPE aqui.

As propostas podem ser desenvolvidas em duas etapas. A Fase 1, de demonstração da viabilidade tecnológica do produto ou processo, tem duração máxima de 9 meses e recursos de até R$ 200 mil. A Fase 2, de desenvolvimento do produto ou processo inovador, tem duração máxima de 24 meses e recursos de até R$ 1 milhão.

Confira a apresentação aqui

Conheça aqui mais sobre as startups residentes do MobiLab.

Saiba como solicitar o Cartão de Estacionamento para Idoso e Pessoa com Deficiência

Na última sexta-feira (09), apresentamos o aplicativo Parknet que disponibilizará a localização das mais de três mil vagas reservadas a pessoas com deficiência e idosos da cidade. Mas você sabe como solicitar o Cartão de Estacionamento para utilizar estas vagas?

Vagas públicas de Estacionamento para Idosos

14329279_1144387375606868_876787112_oMunícipes com idade igual ou superior a 60 anos que sejam condutores ou passageiros de veículos automotores têm direito a estacionar em vagas reservadas em estacionamentos e áreas de Zona Azul por toda a cidade. Para receber o Cartão de Estacionamento para Idoso, obrigatório para utilização dessas vagas, o cidadão precisa solicitar junto à Prefeitura de São Paulo a autorização especial.

O requerimento é feito dentro do SUAE – Sistema Unificado de Autorizações Especiais, no qual o usuário deve realizar um cadastro e preencher o formulário “Solicitar Novo Requerimento de Idoso”.

Com a solicitação preenchida, o cidadão deve imprimir e assinar o documento, encaminhando-o para o DSV (Departamento de Operação do Sistema Viário) junto com a cópia simples de um documento de identidade oficial que conste o número do CPF (RG e CNH, por exemplo). Se o documento de identidade não contiver o número do CPF, é preciso apresentar a cópia do mesmo. Além disso, é solicitada a cópia simples do comprovante de residência no município de São Paulo, que deve estar no nome do requerente e com emissão de, no máximo, um mês antes do pedido. Para os casos de representante legal, também será solicitado o documento de identidade oficial, com CPF, do representante e a Procuração ou Curatela.

Toda a documentação pode ser enviada por Correio (Caixa Postal 11.400 – CEP 05422-970) ou pode ser entregue pessoalmente no DSV (Rua Sumidouro, 740 – Pinheiros). Neste caso, o munícipe tem até 15 dias, após a solicitação no SUAE, para realizar a entrega dos documentos.

Mais informações sobre o Cartão de Estacionamento para Idoso podem ser obtidas no site da Secretaria Municipal de Transportes.

 

Cartão de Estacionamento para Pessoas com Deficiência – Defis

14340011_1144387378940201_452790098_o

É uma autorização especial para o estacionamento de veículos em via pública e zona azul, em vagas especiais — demarcadas com o Símbolo Internacional de Acesso –, para pessoas com deficiência de mobilidade obrigadas ou não a usar cadeira de rodas, aparelhagem ortopédica ou prótese, temporária ou permanente, com deficiência visual ou com dificuldade de locomoção.

O Departamento de Operação do Sistema Viário – DSV emite o Cartão DeFis para as pessoas que residem no Município de São Paulo e que tenham:

– deficiência física ambulatória no(s) membro(s) inferior(es) ou;
– deficiência física ambulatória autônoma decorrente de incapacidade mental; (quando a pessoa com deficiência não pode assinar, há a necessidade de apresentação de documento de representação legal como Tutela ou Curatela) ou;
– mobilidade reduzida temporária, com alto grau de comprometimento ambulatório, inclusive as com deficiência de ambulação – temporária – mediante solicitação médica ou;
– deficiência visual ou dificuldade de locomoção.

Para solicitar o Cartão é preciso imprimir através do link o requerimento, preencher com letra de forma e assinar da mesma forma que no documento de identidade que será apresentado, indicando que é uma solicitação inicial ou de renovação; Anexar documentação exigida ao formulário; e enviar por Correio (Caixa Postal 11.400 – CEP 05422-970) ou entregar pessoalmente no DSV (Rua Sumidouro, 740 – Pinheiros)

Mais informações sobre o Cartão de Estacionamento para Idoso podem ser obtidas no site da Secretaria Municipal de Transportes.

Edital de Projetos: recapitulando passo a passo

Estamos na última etapa deste concurso público.

Se lá em 24 de novembro do ano passado você conheceu os projetos do MobiLab, se animou em desenvolver um ou mais deles e deu os 6 passos abaixo, entendemos a sua ansiedade de conhecer os vencedores.

Vamos recapitular o passo a passo do nosso Edital de Projetos.

1. Verifique se você é elegível; 2. Escolha as pessoas-chave; 3. Escolha o(s) seu(s) projeto(s); 4. Prepare seu Plano de Projeto; 5. Prepare sua inscrição;

6. Entregue sua inscrição: encerrada em 08/01/2016.

Na última segunda-feira (11) quantificamos as propostas numa sessão pública de abertura dos envelopes. Foram 58 propostas recebidas para os 14 projetos.

Por fim, chegamos em nossa última etapa do concurso. Relembre:

7. O que vai acontecer depois que você enviar sua inscrição:

  • Após recebermos seu projeto, ele será julgado por uma Comissão de Julgamento composta por membros do setor público com base nos critérios do item 8.1 do edital.
  • A avaliação da Comissão é feita com base nos critérios mencionados e ela é auxiliada por um parecer técnico elaborado pela Fundação Universidade de São Paulo, quanto aos aspectos técnicos do julgamento.
  • Os projetos serão julgados, pontuados e, por fim, classificados em ordem decrescente de pontuação e o resultado será publicado nos meios oficiais e no nosso site.
  • O vencedor será o projeto com maior pontuação, observados os critérios de desempate do item 8.5 do edital.
  • Para a assinatura do contrato será preciso observar todos os requisitos do edital e apresentar os documentos dispostos nos itens 3, 5 e 9 do edital e no anexo 20.
  • O vencedor de cada projeto será contratado pela Secretaria Municipal de Transportes para a realização de sua proposta e seu prêmio do concurso será pago de acordo com a tabela de desembolso do item 4.2 de cada um dos anexos 1 a 14.
  • Você começará a desenvolver o projeto e ajudar São Paulo a desenvolver soluções tecnológicas para a mobilidade urbana.

Portanto, o prazo para divulgação dos vencedores dependerá da complexidade de cada proposta e poderá ser feita em lotes de projetos. Nossa expectativa é que todos os premiados sejam conhecidos até o fim do mês de fevereiro.

Fique atentx, divulgaremos o resultado do Edital aqui e em nosso facebook.

Boa sorte!