Laboratório de Inovação Aberta

Prefeitura de São Paulo
Eixos de Atuação

I – Ativação do ecossistema de inovação:

Tem como objetivo mobilizar diversos atores com a finalidade de fomentar a interação e aproveitar a extensa gama de recursos e conhecimento que a cidade de São Paulo detém em inovação para pensar em soluções inovadoras para a cidade de São Paulo. O eixo é dividido em três programas:

a. programa de residência para seleção e hospedagem de empresas, startups e organizações da sociedade civil inovadoras;

b. encontros abertos e eventos para criar e manter uma comunidade de interessados em torno do laboratório;

c. colaboração intersetorial, estabelecendo parcerias e acordos de cooperação com a iniciativa privada e o terceiro setor.

 

II – Inovação aberta para cocriação de soluções:

Tem como objetivo engajar parceiros de dentro e fora do setor público para cocriar e disseminar soluções inovadoras em prol da cidade de São Paulo. Para tanto, fazemos intenso uso de ferramentas e metodologias participativas para juntar diferentes atores em torno de problemas públicos reais, divididos em três programas:

a.  desafios e concursos de ideias e projetos que respondam a problemas da cidade em colaboração com atores do ecossistema de inovação;

b.  prototipagem e testes de tecnologias com potencial para solução de problemas da cidade;

c.   alavancagem de boas práticas identificadas na Prefeitura.

 

III – Trilhas de dados para inovação pública:

Tem como objetivo contribuir para a abertura de dados públicos, usando ferramentas e metodologias desenvolvidas pelo Mobilab+ para atuar de forma modular ou completa em todo o ciclo de abertura – do diagnóstico à automação, sempre tendo como foco a geração de valor público:

a. promoção de ações para identificar a demanda por abertura de dados e conectar os usuários aos publicadores;

b. apoio a abertura de dados dos órgãos e entidades da Prefeitura de forma a integrá-los a processos de inovação;

c. apoio à implementação de rotinas de automação de relatórios e dados abertos, promovendo conexão com órgãos técnicos da Prefeitura.

Histórico
    • Em junho de 2013 o Brasil foi notícia em todo o mundo por causa dos protestos que tomaram conta do país, e que foram inicialmente motivados pelo aumento das tarifas de ônibus na cidade de São Paulo. A Prefeitura de São Paulo respondeu prontamente aos protestos, através de várias ações, entre elas a abertura de dados do transporte coletivo, dando transparência à gestão do sistema de transportes por ônibus.

    • Como o volume de dados do sistema de transportes por ônibus é de mais de 30 milhões de registros por dia, fez-se imprescindível o uso de tecnologia da informação para a sua disponibilização à população. Assim, em setembro de 2013, logo antes da primeira Hackatona (maratona de programação) promovida pela SPTrans, foi disponibilizada por meio de uma api (application programming Interface) a localização geográfica, em tempo real, dos 15 mil ônibus da cidade, atualizada a cada 40 segundos. São Paulo foi uma das primeiras cidades no mundo a abrir os dados de localização dos ônibus.

    • Durante a Hackatona startups e desenvolvedores usaram estes e outros dados para desenvolver ferramentas inovadoras para os usuários do sistema de ônibus municipal. Logo após a Hackatona surgiram dezenas de aplicativos que fornecem informações em tempo real sobre o transporte e o trânsito, permitindo que o usuário finalmente conheça as condições de mobilidade na cidade. A segunda Hackatona foi organizada pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) em março de 2014, com a abertura de dados sobre o trânsito, com o mesmo mote de fomento à geração de ferramentas inovadoras para a população.

    • Com o sucesso destas experiências visualizou-se uma elevada qualidade nas soluções apresentadas, evidenciando a necessidade da administração pública de desenvolver soluções rápidas e eficientes para atender aos munícipes e à gestão interna. Assim surgiu o MobiLab, com a diretriz de integrar as políticas de trânsito e transporte e, principalmente, promover a transparência e análise dos dados produzidos pelos serviços, gerando novas soluções para uso da administração pública e para a sociedade, na melhoria da mobilidade urbana.

    • Agora, nessa nova fase, o mobilab+ busca alcançar novos desafios e aumentar seu escopo de atuação. Além das metodologias e programas já conhecidos, que fizeram do laborátorio uma grande referência em inovação no setor público a proposta é adotar novas ferramentas e abrir espaço para novos projetos. A trilha de dados é um exemplo de como o mobilab+ deve buscar uma gestão municipal mais transparente e aberta.

Premiações

Sustainable Transport Award 2015

O STA é uma realização do ITDP – Institute for Transportation and Development Policy em parceria com o Comitê Diretor do Sustainable Transport Award, concebido desde 2005. São Paulo conquistou o prêmio pelos investimentos em transporte coletivo e não motorizado, como faixas exclusivas de ônibus e ciclovias, com a combinação entre investimentos e uma política de dados abertos. Assim, a grande inovação foi o MobiLab, laboratório que fomenta soluções, aplicativos e tecnologias através dos dados para vencer os desafios de mobilidade da cidade. Ele não venceu o prêmio sozinho, mas trabalha em sinergia com cada um dos bons resultados que a cidade teve ao longo do ano.

MobiPrize 2014

O conhecido Enterprising City/State MobiPrize, criado em 2012 pela Universidade de Michigan (USA,  premiou o MobiLab, por conta da de sua criação nos princípios de inovação, transparência e participação pública, com o objetivo de melhorar a gestão da mobilidade através da disponibilização de dados e criação de soluções participativas.

 

Prêmio Mário Covas 2017

Em 2017, o laboratório recebeu Menção Honrosa no Prêmio Mário Covas, que tem como objetivo difundir e multiplicar boas práticas de gestão pública. Além de divulgar e valorizar a experiência do gestor público, a meta é que essas iniciativas gerem conhecimento e contribam para o desenvolvimento da Administração Pública, sempre em benefício do cidadão.

Espaço de coworking

Espaço Mobilab+

O Mobilab+ promove a interação entre técnicos da administração pública, terceiro setor, startups e universidades, formando um ecossistema que integra e compartilha conhecimentos e experiências de diferentes organizações, com a finalidade de desenvolver soluções tecnológicas.

Isso ocorre em um moderno espaço de 340m2 localizado no centro da capital paulista, redesenhado para atividades de coworking e de eventos, com infraestruturas física e tecnológica de ponta, que permitem inovar na forma de aprendizagem e no desenvolvimento das soluções.

Nosso Espaço de Eventos conta com capacidade para receber até 80 participantes e é flexível para quaisquer formatos, como palestras, workshops, oficinas ou rodas de conversa. Confira nossa agenda aqui.

Priorizamos realizar ou apoiar eventos de iniciativa pública ou privada quando o assunto é tecnologia, inovação e políticas públicas. Mas se for de interesse público, aberto e relevante à sociedade, sempre será bem vindo.

O Espaço Coworking tem capacidade para receber até 60 desenvolvedores, servidores e/ou colaboradores, e funciona 24/7. É o primeiro espaço de coworking público do país.

O Espaço é reservado para os colaboradores selecionados no Concurso de Projetos, Residência MobiLab, Hospedagem MobiLab, técnicos da administração pública municipal, parceiros da academia e do terceiro setor que têm trabalhos realizados em conjunto com a Prefeitura de São Paulo/MobiLab.

Quer fazer um evento?

Mande sua proposta

Contatos e redes sociais

E-mail

mobilab@prefeitura.sp.gov.br

Telefone

+55 11 3115 5144 r. 381

Endereço

Rua Boa Vista, 128 (mezanino) – Centro, São Paulo/SP

MobiLab